Paulo Fernando

Paulo Fernando

Texto: Mahavidya
Colaboração: Eraldo Leite
Recife, fevereiro de 2024.


Paulo Fernando de Barros e Silva, pernambucano da cidade do Recife, nascido em 21 de agosto de 1945, médico e compositor, aprendeu a gostar de carnaval através de sua adorável mãe que em suas palavras era uma "foliona de primeira linha", seu pai Clóvis Salgueiro, foi um combatente que serviu à marinha brasileira na segunda guerra mundial e infelizmente falecera precocemente deixado-o ainda menino.

Estreou como compositor com o frevo-de-bloco A lua na clave de sol, onde obteve a segunda colocação no Festival de Frevo do Recife em 2010.

Com uma personalidade cativante, quando perguntado se já havia se aposentado de forma descontraída afirma, "médico não se aposenta, sempre haverá alguém com uma dor perguntando..... qual é o remédio?".

Doutor Paulo é autor de várias composições em homenagem a célebres personagens da cultura pernambuca, destaque para os frevos:

• Paladino do frevo - Homenagem ao radialista, compositor e insigne pesquisador Hugo Martins.
• Eterna companhia - Homenagem à radialista Mirian Leite.
• Eu queria ser Alceu - Homenagem ao cantor e compositor Alceu Valença.
• Asas de granito - Homenagem ao jornalista e diretor teatral, Plínio Pacheco.
• As pequenas fábricas de sonhos - Homenagem a todos os cinemas de arrabaldes do Recife.
• Frevo Roteiro - Homenagem a poetas que fizeram história no Recife.

Este frevo-de-bloco em sua melodia cita lugares e monumentos do Recife dedicados a poetas tais como, Manoel Bandeira, Carlos Pena filho, João Cabral de Melo Neto e Clarice Lispector.


Pesquisa:

Mahavidya
Arlequim